921 anos atrás, os católicos ouviram o chamado do Beato Papa Urbano II para tomar armas e defender os católicos no Oriente Médio que estavam sendo massacrados pelos muçulmanos, em razão de sua Fé Católica. Era o inferno inclinado à conquista.

Hoje, temos como óbvio que os católicos precisam organizar sua própria defesa, já que os governantes de tantos Estados seculares estão empenhados em não fazer nada ou negar o problema.

Aqui, no Ordo Militaris Catholicus, estamos trabalhando para estabelecer uma associação religiosa de católicos dedicados à defesa legal dos católicos, onde quer que estes sejam perseguidos, por meio de ações militares ou policiais legítimas, sancionadas pelo Estado.

O Ordo Militaris, Inc., é uma corporação privada militar norte-americana que serve a nossa Associação Religiosa.

Em primeiro lugar, buscamos homens dispostos e capazes de participar militarmente como membros da Ordem. Estes devem ser católicos, de boa saúde e em idade militar, dispostos a observar os comandos expedidos pela liderança da Ordem, razão pela qual estamos recrutando ex-militares com experiência comprovada em comando e batalha, que ainda sejam capazes de serviço ativo. Cristãos não católicos interessados ​​em servir conosco devem ser capazes de trabalhar com os católicos de uma forma amigável e solidária.

Em segundo lugar, buscamos homens e mulheres, com ou sem experiência militar, para atuarem como Auxiliares da Ordem, conforme a necessidade e que estejam dispostos e capacitados a auxiliar em todos os outros aspectos de apoio, recrutamento, financiamento, angariação de fundos, publicidade, aspectos legais e relações políticas, a fim de que, de maneira ordenada e unificada, constituam uma força efetiva para que a Ordem possa defender os católicos onde quer que isso seja necessário e possível, de acordo com as leis locais.

Assim, unindo as forças de católicos voluntários de todo o mundo, em uma Associação com propósito comum, militar e de apoio às tropas, através de uma moderna Ordem Militar Católica e em conformidade com as leis nacionais e internacionais, poderemos, efetivamente, atingir nosso objetivo: a defesa e a libertação dos católicos oprimidos pelo ódio de sua fé.

Atualmente estamos recrutando:

1. Militares e ex-militares, que ainda possuam saúde e preparo físico suficientes para missões de combate e segurança, no exterior, sejam estes oficiais ou soldados.

2. Militares e ex-militares, que não estão interessados ​​em atividades de combate, mas que possam nos ajudar a organizar uma corporação militar com todos os requisitos necessários, desde o recrutamento até o debriefing pós-implantação.

3. Não-militares, doadores, financiadores, especialistas em direito, psicologia, diplomacia, assuntos internacionais, médicos, especialistas em artes marciais, auto-defesa, armas de pequeno porte, treinamento básico, cozinheiro etc.

4. Civis que utilizem as redes sociais para divulgar a mensagem da Ordem e nos ajudar a recrutar pessoal e tudo o que necessitamos para cumprir nossa missão de defender e libertar os católicos.

Embora nem todas as atividades na Ordem envolvam atividades militares ou de segurança, aqueles que o fazem estão sujeitos a risco real e atual de morte ou lesões corporais graves e permanentes. Esse risco deve ser assumido pelo voluntário, haja vista que a Ordem exigirá a assinatura de cláusula, na qual o candidato assume total responsabilidade. Se você não tem estômago para tal encargo, não deverá se candidatar a esse tipo de atividade.

Se você é um homem que jurou fidelidade a qualquer poder soberano ou está vinculado por qualquer voto religioso ou promessa, por favor, leia este breve artigo sobre o Juramento de nossa Regra, em primeiro lugar.

Se você gostaria de fazer uma doação, veja nossa página de Doações .

Mas se você gostaria de ser voluntário em qualquer área de atuação, por favor escreva-nos ou envie-nos um fax, incluindo uma cópia dos seguintes documentos:

1.Currículo ou Curriculum Vitae.

2. ID e foto.

3. Se você está ou esteve no exército: Registros Militares Oficiais (prova de serviço e / ou aposentadoria)

4. Uma carta de intenção, expressando seu desejo de servir na Ordem e em qual área de atuação você acredita que poderia ser útil.

5. Informações de contato atuais: telefone, e-mail e endereço de correspondência.

Entraremos em contato com você após o recebimento de seus documentos. Tenha em atenção que, se não incluir quaisquer informações acima, ignoraremos a sua correspondência.

© 2016 – 2018, Ordo Militaris Inc.. All rights reserved. Certain incorporated images are public domain.